Viagem Brasil

Viagem Brasil: hoteis, pousadas romanticas, lua de mel e pacotes turísticos

Mudar linguagem para Inglês
Mudar linguagem para Espanhol
Mudar linguagem para Português
Busca

Bonito MS - Rico
Fernando de Noronha - André Seale
Estuario Litoral Bahia -  André Seale
Cataratas do Iguaçu - André Seale
Fernando de Noronha - André Seale
Macacos - Samuel Duleba


Artigos


25/09/2009 - 14h46

Turismo Religioso em Itu

 
 

A+

A-

Altera o tamanho da letra

 

Itu (SP) é abençoada por ser uma das cidades brasileiras com mais opções para o turismo religioso. A quantidade de igrejas diversamente belas, com história e riqueza impressionantes, surpreende os olhos do turista desavisado.

Podemos para iniciar, relatar que a Igreja da Candelária, matriz da cidade, é considerada a sede do barroco paulista. Rica em detalhes, rica em dourado, rica em imagens e pinturas. Trata-se de uma lindíssima igreja, em processo de restauro e muito bem cuidada. Fecundo é o trabalho de seu vigário, que une os movimentos de oração e fé de jovens, crianças e adultos, em todas as áreas e pastorais, trazendo sempre em todas as missas dominicais a Igreja lotada de fiéis, seja à 7 da manhã, seja às 7 da noite. 

A Igreja do Bom Jesus e seu anexo, o Santuário do Sagrado Coração de Jesus - sede nacional do Apostolado da Oração - são construções de rara beleza e possuem entre outras obras, a imagem primeira de Nossa Senhora das Candeias (Candelária), em Itu. Primeira, pois foi com ela, que ali fora fundada a Cidade de Itu em 1610. Este complexo, está em fase inicial de restauro, com o projeto já aprovado pela Diocese, pelo Condephaat e Iphan. Ainda ali, encontra-se erigido o Teatro São Domingos, o atual mais antigo teatro paulista. Edifício que conserva muito de sua condição original e que consta também do projeto de restauro. O visitante que tem a oportunidade de sentar-se, ao final da tarde no Santuário do Bom Jesus, pode encantar-se com o colorido da obra de Deus, transferido para o templo através dos vitrais coloridos que o adornam. Ou ainda, quedarem-se nos últimos bancos da Igreja e se maravilhar com a figura pintada de Nossa Senhora do Bom Conselho acima da imagem de Nosso Senhor, no altar-mor, guardando a obra e expressão dos missionários jesuítas em Itu.

Do outro lado do centro, na Praça da Independência, fica a Igreja do Carmo. Branca, de janelas verdes. Simples, caiada de branco em seu interior e altares de madeira. Mas nessa simplicidade reside outra construção belíssima e talvez a que mais se assemelhe do projeto inicial. Espelho da alma dos carmelitas, a brancura de suas paredes convida o visitante ao recolhimento e encontro com Deus. As imagens em tamanho natural dos passos de Jesus Cristo espelham fidedignamente a dor e sofrimento do Salvador dos homens.

Mais acima, um pouco afastada, está a Igreja de Nossa Senhora do Patrocínio zelando pelo o antigo Colégio de moças de Itu. Idealizada e construída por Padre Jesuíno do Monte Carmelo e seus filhos, tem suas pinturas e altares inteiramente preservados. Nela está enterrada Madre Maria Theodora Voiron, fundadora do Colégio, cujo processo de beatificação encontra-se em andamento.

Temos, ainda, no Centro, a pequena Capela de Santa Rita, datada de 1728 e a Igreja de São Benedito, que merecem ser visitadas. Vale ressaltar que a primeira, mesmo na sua pequenez de tamanho, é um dos locais mais visitados pelos habitantes da cidade, devotos de sua padroeira e está inteiramente preservada em sua arquitetura original.

Sou um defensor ardoroso do turismo religioso, pois além de proporcionar a visitação, faz com que o patrimônio seja preservado. Temos aqui além das festas religiosas de cada Santo, Padroeiro, - a de Nossa Senhora da Candelária (última semana de janeiro), com a Festa Italiana, que culmina com a missa Italiana, a de Nossa Senhora do Carmo (em julho), a de Santa Rita (em maio), de Nossa Senhora de Fátima (em maio), do Sagrado Coração de Jesus (em junho), de São Camilo de Lellis, de São Benedito (em janeiro), São Cristóvão - ainda as festas do Calendário Católico, das quais se ressaltam, na Semana Santa, com o Belíssimo Ofício de Trevas do compositor ituano Tristão Junior, Sermão das Sete Palavras; a Festa do Divino, no final de Maio, cujo cortejo atravessa o Centro, com seus festeiros, músicos e carros de boi, homenageando o Divino Espírito Santo, evento este maravilhoso e que foi recentemente resgatado e retomado como festividade oficial da cidade. E, em junho, a Festa de Corpus Christi, na qual se destaca os tradicionalíssimos e elaborados tapetes decorados.

ITU, de patrimônios religiosos de rara beleza a festas e celebrações marcantes e de muita devoção, é só escolher a data para nos visitar. Aproveite.

Fonte: Ricardo Pacheco e Silva
http://www.itu.com.br/colunistas/artigo.asp?cod_conteudo=9578

A reprodução integral ou parcial de textos e fotos deste portal somente é permitida com créditos para o autor e link para a página de onde foi transcrito. É expressamente proibida a reprodução total ou parcial das fotos das galerias sem a autorização prévia dos fotógrafos, os quais estão devidamente creditados nos nomes das galeriasCaso você seja autor de alguma imagem ou texto publicados neste site e deseja remoção ou correção, clique aqui para preencher o formulário de solicitação.


Receba nossa NewsLetter
Nome:
E-mail:
Código de segurança:
->