Viagem Brasil

Viagem Brasil: hoteis, pousadas romanticas, lua de mel e pacotes turísticos

Mudar linguagem para Inglês
Mudar linguagem para Espanhol
Mudar linguagem para Português
Busca

Tartaruga Verde - André Seale
Praia Fernando de Noronha - André Seale
Praia do Sancho - Fernando de Noronha - André Seale
Fernando de Noronha - André Seale
Cataratas do Iguaçu - André Seale
Macacos - Samuel Duleba


Artigos


24/02/2011 - 14h02

Asa Delta e Parapente: a arte de voar

 
 

A+

A-

Altera o tamanho da letra

 
publicidade

Quem nunca sonhou em voar e poder avistar tudo do alto? Pois é isso que o voo livre proporciona aos praticantes e amantes das atividades de aventura. Na companhia dos pássaros e apreciando belas paisagens, os praticantes estão, literalmente, nas nuvens.

Praticado com o parapente e a asa-delta, o praticante decola de uma plataforma fixa ou de uma rampa natural, geralmente do topo de uma montanha. Os equipamentos não são motorizados e usam as correntes de ar quente para impulsionar o voo.

Na asa delta a pessoa vai deitada, com a barriga para baixo em uma espécie de cadeira acolchoada. Já no parapente, ou paraglider, a pessoa vai sentada. Em ambos, os controles de direção e altitude ficam nas mãos, facilitando o manuseio do equipamento.

A atividade é muito segura e pode ser praticada por todas as pessoas. Para começar, não é preciso ter experiência, mas é necessário receber algumas orientações para o voo duplo, acompanhado por um instrutor experiente.

Os praticantes usam as térmicas para realizar o voo, o que possibilita alterar a velocidade e a trajetória e optar pelo melhor local para o pouso. Desta forma, é possível fazer voos mais curtos, simplesmente para pairar no ar e curtir a paisagem de uma região, ou voos mais longos, percorrendo grandes distâncias.

Foi o caso de um trio de brasileiros. Em 2007, os amigos Frank Brown, Rafael Saladini e Marcelo Pietro entraram para a história ao quebrar o recorde mundial de distância ao decolar de uma montanha. Eles voaram por 461,8 quilômetros entre Quixadá, no Ceará, e o estado do Piauí. O percurso equivale à distância entre São Paulo e Belo Horizonte.

O Brasil é considerado um verdadeiro paraíso para a prática do voo livre, pois possui muitas localidades com muitos dias de sol, além do vento constante, que são fatores essenciais para um bom voo.

As cidades de Patu (RN), Quixadá (CE), Governador Valadares (MG), Andradas (MG), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Sapiranga (RS), Igrejinha (RS), Santo Antônio do Pinhal e Atibaia (SP) se destacam internacionalmente.

Próximo a São Paulo, a cidade de Atibaia dispõem de uma rampa localizada na Pedra Grande. Montado sobre a rocha, o local permite várias decolagens simultâneas e o pouso é feito no bairro Flamboyant, a cerca de quatro quilômetros de distância do local de decolagem.

Também no estado de São Paulo, o Pico do Cascavel é o local ideal para a prática do voo livre em Socorro. A 520 metros de altitude, possui três rampas naturais e uma de madeira e o pouso fica a três quilômetros distantes do início da atividade.

Privilegiada pelos ventos litorâneos, a turística Praia da Pipa, no Rio Grande do Norte, recebe os apaixonados pela atividade. A decolagem ocorre do alto de uma falésia e o voo ocorre à beira mar, com um incrível visual de toda a orla de Pipa.

História - Luiz Cláudio Mattos é um dos pioneiros do voo livre no Brasil. Ele foi o primeiro brasileiro a realizar um voo de asa delta no país em 1974, ao decolar da Pedra da Agulhinha em São Conrado, no Rio de Janeiro. Mas antes dele, o francês Stephan Segonzac, já havia realizado um voo no Brasil.

O voo livre é uma atividade de turismo de aventura contemplada pela ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), que trabalha para fortalecer o segmento e reforçar o potencial do Brasil para oferta segura e responsável de atividades de Ecoturismo e Turismo de Aventura.


Créditos: AD Comunicação e Marketing

A reprodução integral ou parcial de textos e fotos deste portal somente é permitida com créditos para o autor e link para a página de onde foi transcrito. É expressamente proibida a reprodução total ou parcial das fotos das galerias sem a autorização prévia dos fotógrafos, os quais estão devidamente creditados nos nomes das galeriasCaso você seja autor de alguma imagem ou texto publicados neste site e deseja remoção ou correção, clique aqui para preencher o formulário de solicitação.


Receba nossa NewsLetter
Nome:
E-mail:
Código de segurança:
->